Camp Nou, a casa do Barcelona

Barcelona, Espanha 0

Barcelona é uma cidade linda, mundialmente famosa por sua arquitetura peculiar (graças a um cara chamado Antoni Gaudí), por uma igreja centenária que não tem data para ficar pronta, e por um certo clube de futebol.

É claro que a cidade de Barcelona não é só isso, nem esse clube de futebol é apenas um clube. Barcelona, o clube, é “més que un club”, como diriam seus torcedores. É o símbolo de uma região, de uma cultura, e personagem de uma antiga rivalidade com a Espanha. Mas antes de falar do clube, vamos conhecer um pouco sua casa, o belíssimo estádio Camp Nou

Baixe nosso e-book gratuito.

Camp Nou, estádio do Barcelona

 

O Camp Nou foi construído em 1957, de acordo com o projeto dos arquitetos Francesc Mitjans Miró e Josep Soteras Mauri. Sua construção se deve ao fato de que o antigo estádio do clube, pequeno demais, não tinha capacidade para comportar a crescente torcida da equipe.

Para ir até lá, a melhor opção é o metrô. O acesso ao estádio é feito pela Travessera de Les Cortes ou pela Carrer de Martí e Franquês. Chegando lá, se quiser comprar uma camisa oficial do Barça, há uma enorme loja oficial com os produtos do clube, para torcedor nenhum botar defeito. Ao lado da loja fica a bilheteria. Atrás da loja oficial é possível ver o Palau Blaugrana, o ginásio onde joga o time de basquete do Barcelona. O ticket custa 23 euros e permite visitar o museu e fazer o tour pelo estádio. Ingresso na mão? Então suba a rampa na direção do museu e sinta a emoção chegando.

A visita começa pelo belíssimo museu. Lá estão os troféus conquistados ao longo da história do clube, peças antigas, tais como fotos, chuteiras e uniformes, uma verdadeira viagem no tempo e na história desse grande clube.

Museu localizado dentro do estádio Camp Nou, Barcelona

Interior do museu

Saindo do museu, começa a visita às dependências do estádio. Você vai passar pelos vestiários, cabines de transmissão de rádio e tv, zona mista, sala de imprensa e todos os níveis das arquibancadas. Ninguém vai te guiar lá dentro, portanto, você pode fazer a visita com muita calma, apreciando todos os detalhes. O trajeto é bem sinalizado, mostrando o caminho a seguir e identificando as áreas com acesso proibido.

Zona Mista dentro do estádio Camp Nou, local para entrevistas

Zona mista

Sala de Imprensa, dentro do estádio Camp Nou, Barcelona

Sala de imprensa

Por fim, chegamos ao túnel de acesso ao campo. As paredes são decoradas com fotos dos jogadores. A emoção aumenta. Você sobe as escadas, sentindo-se um jogador profissional. O campo está ali, bem na sua frente. Dá pra fechar os olhos e imaginar aquele gigante lotado de torcedores.

Banco de reservas, na lateral do estádio Camp Nou, em Barcelona

 

O estádio do Barcelona é um estádio cinco estrelas, o que significa que atende a todas as exigências da UEFA. O estádio passou por algumas reformas para se tornar um dos maiores e mais modernos da Europa. Sua capacidade é de aproximadamente 99.000 torcedores.

Grandes jogos do futebol europeu acontecem nesse estádio. O jogo mais esperado da temporada é contra o seu maior rival, o Real Madrid. Mas essa rivalidade, carregada de disputas políticas, vai muito além do futebol. É a encarnação moderna de uma disputa que começou há muito tempo.

 

BREVE HISTÓRIA DA CATALUNHA

Em 711 d.C, a Península Ibérica foi conquistada pelos árabes. Os cristãos sobreviventes fogem para as áreas montanhosas ao norte, onde darão início a vários pequenos reinos. É nesse cenário que surgem as primeiras informações sobre a Catalunha.

Após frustrar uma tentativa árabe de invadir a França (em 732, na Batalha de Poitiers), os Francos começam a fazer incursões em território espanhol, combatendo os árabes e fazendo alianças com os reinos cristãos. A Catalunha se torna um condado vassalo do reino Franco, e essa influência cultural francesa deixará marcas na cultura catalã, sobretudo na língua. Posteriormente os catalães vão se unir com a coroa de Aragão através do casamento. Sob a coroa de Aragão, a Catalunha ganha autonomia.

Em 1492, os árabes são expulsos em definitivo da Península Ibérica, e a coroa de Castela, poder dominante na região, promove a unificação com os outros reinos, dando início ao Reino da Espanha.

A partir disso, a autonomia catalã será questionada pela coroa espanhola, e os catalães pressionados a abandonar o catalão e adotar o castelhano como sua língua oficial. Esse é o centro da questão política que, ao longo dos séculos, vai opor Catalunha e Espanha.

Interior do estádio camp Nou

 

No século XIX, um movimento chamado Renaixença surgiu com o intuito de reviver as tradições culturais catalãs e reforçar a vontade de falar sua própria língua, cujo ensino foi várias vezes proibido pelo governo espanhol.

Atualmente, também está em jogo a questão econômica. A Catalunha é a região mais rica da Espanha, e os catalães entendem que contribuem muito para a economia espanhola, recebendo muito pouco em troca.

Tudo isso resultou na realização de uma consulta, feita pelo governo catalão em novembro de 2014, na qual se desejava saber a opinião da população sobre a independência, ou não, da Catalunha em relação ao reino espanhol. Metade da população votou pela independência.

Se a Catalunha continuará fazendo parte da Espanha, ou se conseguirá sua independência, só o tempo dirá. Independente disto, Barcelona, o clube, continuará sendo “més que un club”, e cada nova vitória é, também, uma vitória da Catalunha.


CAMP NOU: C. Aristides Maillol, s/n. Estações Les Cortes e Palau Reial (linha 3 do metrô), ou Estações Collblan e Badal (linha 5 do metrô). O bilhete simples de metrô custa 2,15 euros.

Site Oficial

Horários: Aberto o ano todo, exceto 1º de janeiro e 25 de dezembro (em dias de jogos só é possível visitar o museu). Aberto das 09:30 até 19:30. Os horários variam durante o ano, é interessante consultar o site oficial para conferir os horários e não ter surpresa.

Preços: 23 euros – (6 a 13 anos e pessoas acima de 70 anos: 18 euros).

IMPORTANTE: Preços e horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte SEMPRE os sites oficiais para não ter surpresas em sua viagem.

Texto atualizado em 05/12/2016.


Acompanhe o blog também no Facebook, Twitter e Instagram

Baixe nosso e-book gratuito.


Vai viajar para Barcelona? Aqui no blog temos parcerias que podem facilitar o planejamento de sua viagem. As empresas com as quais trabalhamos são amplamente conhecidas em suas áreas de atuação, sendo utilizadas por viajantes de todo o mundo. Ao adquirir qualquer serviço oferecido por essas empresas através de algum link disponibilizado no blog, nós ganhamos uma pequena comissão, e VOCÊ NÃO PAGA TAXAS ADICIONAIS por isso, pois a comissão sairá do lucro da empresa. É uma forma de ajudar a manter o blog, assim podemos continuar escrevendo conteúdos e dando dicas de viagens.
    Umberto Oliveira

    Umberto Oliveira

    Olá, eu sou o Umberto. Historiador de formação, viajante por opção. Resolvi criar um blog para juntar essas duas paixões e compartilhar um pouco das minhas experiências. Preparados para viajar na história?

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *