Um dos costumes mais apreciados pelo povo romano era frequentar os banhos públicos, as famosas termas. O banho era uma atividade social para os romanos, tornando a terma um importante local de interação. As termas eram também fruto da avançada tecnologia romana, pois só com a criação dos sistemas de aquedutos que abasteciam as cidades as termas puderam se tornar realidade. Várias termas foram construídas dentro do império. No século III d.C., o Imperador Caracalla finalizou a construção daquela que seria uma das maiores e mais famosas termas de todo o Império Romano. Vamos conhecer as Termas de Caracalla?

[…]

A Colina do Capitólio (ou Campidoglio, em italiano) é uma das sete colinas da cidade de Roma. Localizada perto do Fórum Romano e ao lado da colina do Palatino, foi palco de acontecimentos de grande importância na história da cidade. Do topo da colina, em uma rocha chamada Tarpeia criminosos eram jogados para a morte. Segundo alguns historiadores, foi lá que morreu Tibério Graco, o celebre político que no século II a.C. ousou desafiar a elite romana com reformas populares. Foi lá que os assassinos de César buscaram refúgio após cometer o crime. Hoje em dia ninguém corre o risco de ser jogado da rocha. O único risco para quem sobe ao topo da colina é o de se perder pelos vários edifícios que compõem o museu, e mergulhar de cabeça no passado da cidade.

[…]

Situado em um Palácio do século XVII que serviu como sede da Universidade de Nápoles, o Museu Arqueológico Nacional de Nápoles é um dos principais museus da Itália, e referência quando se trata de arqueologia. Possui um enorme acervo, com destaque para a Coleção Farnese, e é parada obrigatória para quem passa pela cidade.

[…]