A criação de museus temáticos é uma tendência dentro do mundo do futebol. Grandes clubes da Europa como Barcelona, Arsenal e Bayern de Munique, Palmeiras, Internacional de Porto Alegre e Grêmio aqui no Brasil, entre outros, aderiram a esse costume, possuindo museus abertos ao público, cuja visita proporciona aos visitantes uma experiência única, permitindo que, além do museu, sejam feitos passeios pelas dependências internas dos estádios, onde o torcedor normalmente não pode ir em dias de jogos. O Museu do Futebol, localizado embaixo das arquibancadas do mítico Estádio do Pacaembu, e integrando um museu interativo a um estádio histórico e de extrema importância para o futebol paulista e brasileiro, foi um dos primeiros desde tipo no país.

[…]

Dezesseis de junho de 1999, uma quarta-feira. Nessa data memorável, o Palmeiras conquistou um dos seus maiores títulos, a Copa Libertadores da América. Mas essa não foi a primeira e nem a última conquista. Ao longo dos 89 anos em que o estádio foi utilizado, a torcida palmeirense viu a conquista de muitos títulos, o talento de grandes craques, e equipes que ficaram eternizadas em sua memória. O palco dessas grandes conquistas não existe mais, ou melhor, existe, mas está bem diferente. Mudou para melhor. O velho estádio Palestra Itália (ou Parque Antártica, como também era carinhosamente conhecido), deu lugar a um novo estádio, uma arena multiuso, maior, mais moderna, mais confortável e integrada aos padrões da FIFA. Desde sua inauguração, o Allianz Parque se tornou um verdadeiro caldeirão para a equipe alviverde, além de ser mais um ponto turístico da cidade de São Paulo. Vamos conhecer o Allianz Parque?

[…]