A história nos mostra vários exemplos de grandes artistas, verdadeiros gênios em suas áreas, que tinham enorme dificuldade em lidar com as questões que a vida nos impõe. Vincent Van Gogh foi um deles. Entre pinceladas de cor laranja (a mais marcante em suas obras) e o sentimento de desespero que o acometia constantemente, ele criou um estilo próprio e inconfundível de arte, e suas pinturas refletiam toda a confusão de sentimentos que ele trazia dentro de si. O Museu Van Gogh, em Amsterdã, é um espaço criado para contar a trajetória desse grande artista holandês e exibir boa parte de sua obra.

[…]

Há quem diga que os holandeses tinham compulsão por pinturas e retratos. Basta visitar o Rijksmuseum, o mais importante museu da Holanda, para ver que essa história faz sentido. Afinal, são mais de oito mil obras, a maior parte composta por retratos e pinturas. Vamos viajar na história do Rijksmuseum?

[…]

Amsterdam, 4 de Agosto de 1944. Um carro estaciona violentamente em frente ao número 263 da rua Prinsengracht. Uma denúncia anônima foi feita. Homens saltam dos veículos. Entram no prédio, vasculham tudo. No 2ºandar encontram uma porta atrás de uma estante de livros.

[…]